Porque os egípcios enterravam seus Faraós em pirâmides?

CC Andreas
 Senhor... senhor...

 Sim.


 Conseguimos...  diz o engenheiro quase sem fôlego – Finalmente conseguimos...


 Conseguiram o quê?


 Terminar a pirâmide... que o senhor pediu...


 Pirâmide?


 Sim... Aquele monumento... que o senhor nos pediu para construir em nome de Rá...


 Eu pedi?


 Sim, é que fazem muitos anos... talvez o senhor não se lembre.


 Sério?


 32 para ser exato... Sabe... demorou muito para construir... deu muito trabalho... essa última pedra então... foi muito difícil chegar até lá no alto com ela...


 Então ela é bem grande?


 Ah sim... É enorme... É um monumento sem igual no mundo.... Ele é a maior coisa já construída pelo homem... em seu nome senhor...


 E é bonita?


 É simplesmente linda! É o maior feito da engenharia de todos os tempo. O senhor não quer ver?


 Acho que quero sim – diz o Faraó com desdem. 

O engenheiro junta forças lutando contra o ácido lático acumulado ao longo dos anos, se levanta e abre as cortinas.


 É bem grande mesmo  exclama o Faraó levemente impressionado.


 Tudo em sua honra senhor. Milhares morreram para conseguir esse feito.


 Bacana. Gostei do formato. Parece bem firme, né?


 Não vai cair nunca. Ela vai durar milhares de anos e todos vão ver como o senhor foi um grande faraó.


 Gostei  fala o Faraó ligeiramente empolgado.


 Que bom, senhor – diz o engenheiro finalmente aliviado.


 Mas, pensando um pouco aqui, ela não está combinando muito com a esfinge. Move ela uns 10 metros para a direita  vira as costas e sai andando.

E assim começou a tradição de enterrar os Faraós nas pirâmides.