A globalização complica tudo




a) Tá aí?

b) Não, tô aqui.

a) Aqui no escritório?

b) Isso, aqui.

a) Espera aí, aqui onde?

b) Aqui no escritório.

a) Então você esta aqui?

b) Não sei onde é aí, mas aqui é o escritório.

a) Mas você disse que não estava aqui?

b) Não estou aí, estou aqui.

a) Eu também estou aqui! 

b) Tô confuso. Afinal, você está ou não está no escritório? 

a) Agora estou confuso também.

b) Tamo junto então.

a) No escritório?

b) Não confusos.

a) Ah... cara,  deixa pra lá.  Eu ia só te perguntar se você tá afim de fazer alguma coisa hoje.

b) Pô, claro que tô! O quê?

a) Um cineminha, umas 10 da noite?

b) Mas aqui já são 10 da noite, onde você está afinal?

a) Como assim??? No escritório, claro! 

b) Cara, impossível. To olhando pela janela e tá tudo escuro. 

a) Eu também estou olhando pela janela tá claro! 

b) Não tá escuro???

a) Não tá claro!

b) Então está escuro?

a) Não!!!! Esqueci a virgula. Está claro?

b) Não. Tá escuro ou tá claro?

a) Não! Eu quis dizer "Não, está claro".

b) Claro??? Como pode? Aqui está escuro!

a) Claro que não!!!

b) Mas você não está no escritório?

a) Tô!!!

b) Eu também!

a) Cara, não to entendendo nada. 

b) Nem eu.

a) Então tá bom. Depois marcamos o cinema.

b) Depois do que?

a) Depois, mais tarde.

b) Mas aqui já está tarde.

a) Aqui a onde?

b) Aqui no escritório, horas!

a) Que horas?

b) Umas 10 da noite?

a) Mas são 10 da manhã!

b) Mas já está tarde para ir no cinema.

a) Eu disse mais tarde marcamos o cinema.

b) Nossa, agora eu tô completamente perdido.

a) Você não sabe onde você está? Você não disse que estava no escritório?

b) Eu estou no escritório. Você é que não está aqui.

a) Não não... eu também tô aqui.

b) Desisto. 

a) Do cinema? 

b) Não, no cinema nós podemos ir.

a) Onde? Que horas?

....

a) Tá ai?