O mundo é movido a VLOOKUP


São as pequenas coisas que movem o mundo, já dizia o filósofo. Na verdade, nenhum filósofo jamais disse isso, ou se disse não está na primeira página de resultados do Google, logo, para quase todo mundo, não disse. Filosofias a parte, são realmente são as pequenas coisas que fazem o mundo funcionar.
É difícil perceber porque as coisas pequenas passam despercebidas e se infiltram pelas brechas da vida cotidiana. Mas, aos poucos, elas vão ficando cada vez mais onipresentes, cada vez mais enrustidas nas nossas vidas e acabamos ficando dependente delas sem perceber.

Quer um exemplo?

VLOOKUP.

Você pode até nunca ter ouvido falar em VLOOKUP (ou PROCV para os que usam a versão em português do Excel), mas sua vida depende disso. O VLOOKUP nada mais é do que uma formula do Excel que permite “juntar” dados de várias tabelas, nada mais. Mas então, como é que a sua vida pode depender uma única formula de um único software de planilha eletrônica de uma única empresa? Uma coisa tão pequena e insignificante destas pode mesmo ser tão poderosa?

Digamos que um programador revoltado da Microsoft™ resolva colocar um código dentro do Excel que, simplesmente do nada, em uma determinada hora, todos os VLOOKUPs do mundo parem de funcionar. Ao tentar usar a formula, passa a aparecer um erro do nada. O caos vai imperar sobre a Terra, tenha certeza. Iria ser tão ruim quanto e um ataque nuclear ou a queda de um asteróide.

Para começar, os bancos, corretoras de valores, seguradoras, fundos de pensão e afins vão parar de funcionar imediatamente. Quase ninguém mais vai conseguir precificar ações e outros papéis e conseqüentemente vão parar de operar nas bolsas do mundo todo. O dinheiro irá parar de circular no sistema financeiro do mundo todo, ninguém vai mais comprar ou vender ações. Sem saber o que está acontecendo, a insegurança vai aumentar e os bancos vão parar de empresar dinheiros uns para os outros por não saber se alguém vai quebrar. Logo depois eles também vão para de dar empréstimo para empresas e pessoas físicas e irá se instalar uma recessão global. Os analistas financeiros vão enlouquecer tentando entender o que está acontecendo nos mercados do mundo todo e boa parte deles vai cometer suicídio tentando calcular (usando o VLOOKUP) o quanto o bônus deles está sendo prejudicado.

Várias empresas de energia elétrica não vão conseguir cobrar os seus clientes, pois juntar informações de uso das suas redes com os sistemas de cobrança usando o VLOOKUP não será mais possível. Com isso, vão ficar sem caixa em poucos dias e vão quebrar. As empresas que tem sistemas decentes de cobrança vão tentar suprir a demanda, mas não irão conseguir gerenciar o pessoal que faz a instalação dos pontos porque estas planilhas também vão parar de funcionar. Em pouco tempo boa parte da população vai ficar sem energia.

Nenhuma empresa conseguirá gerar relatórios e os gerentes e diretores vão ficar exigindo que seus funcionários parem o que estiverem fazendo para que eles tenham os seus sagrados relatórios. Os primeiros relatórios que eles conseguirem gerar usando caderno e lápis mesmo vão ser rejeitados pelos gerentes porque não estão no formato padrão de PowerPoint que os diretores gostam. E eles vão mostrar uma queda na produtividade de 95% o que obviamente não é um número bacana para se mostrar para um diretor.  

Os departamentos administrativos e financeiros de 99% das empresas do mundo vão parar de funcionar. Os supermercados não conseguirão repor os seus estoques porque eles não vão saber o que está faltando. Os postos de gasolina não vão conseguir saber quanto ainda falta nos seus reservatórios. Os hospitais não vão mais conseguir autorizar consultas em nenhum plano de saúde. Os policiais não vão mais saber onde patrulhar. E por ai vai.

Alguns poucos mortais (uns 7 ou 8 no máximo) que usam outras planilhas eletrônicas como Numbers e Lotus 123 vão continuar trabalhando, mas depois que os saques aos supermercados começarem, eles vão sair correndo para suas casas.

Tudo só por que o VLOOKUP parou de funcionar.

E também, é claro, porque ao invés de resolver os problemas de tecnologia de forma decente, construindo sistemas robustos e com regras de negócio claras, todo mundo recorreu ao famoso método alternativo temporário indefinidamente (também conhecido como gambiarra) para resolver os problemas.

O mundo esboçar uma tentativa de recuperação desta catástrofe (com fortes prejuízos, é claro) apenas por que em poucas semanas as pessoas iam descobrir que o Access também pode ser usado para resolver o mesmo tipo de problema. E ai o programador da Microsoft iria dar o golpe de misericórdia e fazer o Access e todas as macros em VB parar de funcionar também.

Vamos torcer para que a política de recursos humanos da Microsoft não permita a contratação de programadores revoltados. O mundo depende disso.