Não confio em telas que brilham


A confiança que temos nos computadores é completamente irracional. Confiamos mais em algo que lemos em uma tela de computador do que dito diretamente por uma pessoa. Tem algo especial nas telas dos computadores que dão uma credibilidade extra para o que estamos vendo que não faz sentido nenhum. É como se a informação passasse a ser verdade só porque ela brilha no escuro. Vai ver a explicação para nossa confiança cega é que algo que brilha no escuro tem um certo ar de divindade. Ou então os fótons gerados pelos monitores têm algum efeito especial na mente humana. Não sei. Mas o fato é que uma informação vista em uma tela de computador tem algo de especial.

- Cara, eu vi na Internet que banha de porco faz bem para o coração.

- Tem certeza.

- Tenho sim. Está todo mundo falando disso no Facebook e no Twitter também.

- Então deve ser verdade. Vamos comer um torresminho hoje no almoço?

- Claro! Ah eu vi também que as ações da Pan Am e da Olivetti vão voltar com tudo. Vou comprar com certeza.

O computador diz que vai chover amanha? Carregamos um guarda-chuva o dia inteiro, chova ou faça sol. A foto mostra aquela atriz famosa em situações constrangedoras? Ela se mata mesmo sabendo que nunca viu aquele cavalo antes. O Messenger diz que a pessoa está ocupada? Ela deve ser uma pessoa ocupada mesmo. Aquele e-mail diz que se você não digitar seu usuário e senha do banco, 870 mil crianças africanas vão morrer de inanição? Digitamos. O seu anti-virus diz que “agora você está seguro”? Você acredita.  O Facebook diz que ela está disponível mesmo você sendo amigo do namorado dela? Você convida ela para sair. O computador disse que a cópia dos arquivos vai levar só 5 minutos? Certo... claro que vai...  

Nos mesmos usamos essa confiança irracional a nosso favor. Pegamos uma foto melhorzinha, damos uma arrumada no Photoshop e a colocamos nos nossos perfis das redes sociais. Pronto, todo mundo acredita que a gente está magro, jovem e mais bonito. E se alguém te encontra na rua e vê que você não está tão bonito quando na sua foto no Facebook ela já pensa que precisa de óculos ou que você não penteou o cabelo hoje. E não é só para beleza que isso funciona. Postamos uns links mais “cabeças” no Twitter e ficamos imediatamente mais inteligentes. Escrevemos um texto qualquer sem noção em um blog e as pessoas pensam que você sabe alguma coisa da vida. Tudo o que estiver na tela do computador passará a ser verdade.

A minha principal preocupação é que isso pode ser usado para o mal e consequentemente um dia será. Se os computadores mentem sobre algumas coisas, como podemos saber se eles não mentem sobre o resto? Como é que eu posso confiar minha vida àquela tela do raio-x dos aeroportos por exemplo? E se ela disser que arma é secador de cabelo ou que granada é pote de perfume? E se o meu GPS estiver associado a uma gangue de sequestradores? E se a fórmula de somar do Excel simplesmente passar a subtrair?

Eu vou ficar de olho no meu computador. O brilho dele é encantador.